Persuasão Não Falada: AutoConfiança

Já é do conhecimento de muitas pessoas o poder que a Lei da Atração tem. Uns acreditam que esse poder é real e outros pensam que é uma besteira.

Se você já leu meu livro, sabe que eu, Daniel, acredito muito nessa força que chega a ser um pouco misteriosa.

É claro que não acredito que você deva ficar sentado apenas mentalizando que você quer isso, quer ser aquilo e não iniciar nenhuma ação concreta para tornar os seus desejos, objetivos e metas em realidade.

Para mim é importante mentalizar, mas mais importante ainda é você agir e com essas ações trilhar o caminho que você decidiu percorrer.

Mas o fato aqui é outro. Esse blog é muito mais voltado para área da persuasão e você deve estar se perguntando porque eu comecei esse artigo falando sobre a lei da atração. Então, fica comigo até o fim dele que você vai entender.

Voltando para persuasão lá vai a primeira pergunta: Será que autoconfiança têm alguma influência quando você quer persuadir uma pessoa?

Eu não sei se você leu o último artigo que eu escrevi, tinha o seguinte título: “SE VESTIR BEM IMPORTA?”.  Lá, eu falei um pouco sobre importância de você estar bem vestido, principalmente quando você quer neutralizar uma reação de algum amigo ou inimigo que sempre ocorre, além de te ajudar a causar uma ótima primeira impressão.

Como praticamente tudo na persuasão está interligado, de antemão eu já te aviso que não adianta nada você estar bem vestido, não adianta nada você abrir um belo sorriso, se a sua energia e a sua autoconfiança não estão coerentes com suas ações. Então, SUA AUTOCONFIANÇA IMPORTA!

Nós, seres humanos, estamos sempre buscando algo chamado vitalidade. As pessoas gostam de estar próximas a outras pessoas que façam com que elas se sintam bem e que exalem uma boa energia. Gostamos de estar próximos a pessoas que possuem essa energia positiva.

Isso me leva à segunda pergunta: Você acha que eu conseguiria te persuadir estando bem vestido, “sorrindo” (até porque você já aprendeu a identificar um sorriso falso de um sincero, no artigo em que eu falo de como você pode fazer para causar uma boa primeira impressão.), se estivesse com uma energia baixa e sem o mínimo de autoconfiança no que eu estou falando?

Acredito que nós dois já sabemos a resposta.

Então, sua positividade e sua autoconfiança também são características essenciais para você ter sucesso quando vai iniciar um processo persuasivo com alguém.

Não sejamos hipócritas, mas a maneira como você anda, como você usa suas expressões faciais, como você para em pé, como você olha para uma pessoa ou não olha, pode comunicar se você está confiante e positivo.

Então, a primeira coisa que você deve decidir é qual impressão você deseja passar.

Confiança? Poder? Respeito? Admiração? O que você deseja passar através da sua imagem e das suas ações?

Após tomar essa decisão, você vai analisar qual linguagem corporal vai te ajudar a comunicar o que você está querendo.

Se sua linguagem corporal exalar autoconfiança e positividade, será muito mais fácil as pessoas te ouvirem quando você começar a falar.

Caso contrário, elas podem até te ouvir, mas apenas por educação, porque a mensagem não vai atingir o subconsciente delas, que é o local que sempre estamos buscando atingir quando queremos persuadir uma pessoa.

Mas por que sua mensagem não vai chegar?

Isso acontece por um simples motivo. As contas não fecham. Se você não está demonstrando autoconfiança e positividade, como você vai conseguir convencer alguém? Nem você está tão confiante no que você está mostrando!

Além da primeira impressão, as pessoas normalmente continuam, inconscientemente, interpretando e reagindo às suas ações, posições e sinais durante toda a conversa e você deve sempre estar atento a isso.

Mas, Daniel, existem características em comum entre as pessoas que demonstram uma confiança mais consistente em si próprias? Sim, existem e eu vou citar algumas agora.

#1 Elas não dizem “Eu Acho”. 

Eu não sei o porquê, mas grande parte das pessoas que eu conheço costumam usar essas três palavrinhas antes de alguma frase: “eu acho que…”.

Como você quer que alguém compre algum produto de você, compre sua ideia, compre o que você está falando se nem você acredita no que você está dizendo?

Pessoas com autoconfiança mais elevada não falam “eu acho”, mas sim, “eu acredito” ou qualquer outra palavra que demonstre convicção no que ela está dizendo, seguido de um embasamento para suas ideias.

#2 Escutam mais do que falam.

Normalmente, pessoas autoconfiantes escutam mais do que falam e isso acontece por uma única razão. Elas não têm a necessidade de ficar buscando atenção de outras pessoas e agem de acordo com o que elas acreditam.

O fato de essas pessoas também falarem menos e ouvirem mais está atrelado a um princípio básico da persuasão: se você quer persuadir alguém, você sempre deve ser um bom ouvinte. As pessoas gostam de pessoas que estão dispostas a escutá-las.

#3 Acreditam nelas mesmas.

Pessoas com a autoconfiança elevada não competem com os outros, mas sim com elas mesmas e com as metas e objetivos que foram estabelecidos antes.

Elas acreditam em si com tanta convicção que, mesmo que elas não acreditem, acabam sendo capazes de convencer a própria mente daquilo em que devem acreditar. Você ainda vai encontrar alguns artigos sobre como persuadir sua mente aqui no blog.

Então, lembre-se sempre que acreditar em você é um fator importantíssimo para você trabalhar a sua autoconfiança na hora de persuadir qualquer pessoa.

A forma como nos expressamos verbalmente em uma interação social é muito importante, mas você já sabe,ou pelo menos deveria saber que 93% das respostas que recebemos de outras pessoas são através da nossa linguagem não falada, ou seja, através da nossa linguagem corporal.

Com isso, chegou a hora de eu te apresentar o que já foi apresentado através de artigos, estudos, e diversas outas fontes de pesquisa sobre a linguagem corporal que irá transparecer autoconfiança.

#1 Preste atenção à posição da sua cabeça.

Quando estamos no meio de uma interação social, inclinar levemente a cabeça para a esquerda ou para a direita é um sinal amistoso, um sinal de empatia. Isso demonstra para o locutor que estamos prestando atenção no que está sendo dito.

Por outro lado, caso você seja um líder ou esteja gerindo um grupo de pessoas, essa inclinação de cabeça pode indicar submissão.

Então, se você quiser transmitir autoridade e confiança, evite inclinar a cabeça para o lado quando você estiver falando. Seja com sua equipe, seja apresentando um projeto, seja dando uma ordem.

#2 Evite mexer muito seu corpo.

Algumas pessoas quando estão em apresentações ou sob alguma situação na qual elas não estejam muito confortáveis, tendem a mexer demais o corpo.

Uns balançam as mãos, outros balançam o corpo para frente e para trás, alguns batem os pés, enfim, existem diversas maneiras de apresentar esses movimentos.

Eu sei que é difícil em algumas situações, mas tente evitar, porque normalmente isso transmite a ideia de nervosismo, tédio ou até impaciência e eu tenho certeza que você não quer ser visto assim quando  estiver no meio de um processo persuasivo.

#3 O que suas mãos estão dizendo.

Se você prestar atenção, grande parte das pessoas gesticulam quando estão falando. Alguns desses gestos estão em sintonia com o que a pessoa está falando, porém o gestual de algumas pessoas não, podendo tirar a atenção do ouvinte enquanto você fala.

O fato é que não interessa a qual categoria você pertence, o que importa mesmo é você estar atento aos seu gestual e sempre se manter praticando os que irão passar autoconfiança para as pessoas. São eles:

  • Mãos abertas com as palmas em 45° demonstram que você está sendo honesto.
  • Ficar em pé com as mãos na cintura é o que costumo chamar de uma posição de poder. (Mas tome cuidado para não exagerar e ser visto como arrogante)
  • Mãos abertas com as palmas para baixo demonstram que você tem confiança no que diz.
  • Mãos 90° e dedos juntos mostram que você tem confiança e conhecimento do que está dizendo.

Isso é basicamente o que você deve fazer com um gestual que passará confiança para os seus ouvintes.

#4 Equilibre o seu corpo.

Esse ponto inclusive foi citado no vídeo que eu postei no YouTube falando sobre autoconfiança (se você ainda não viu, o link para assistir vai estar no final desse artigo, continua lendo aí) e vale muito a pena você saber.

Quando você distribui o seu peso sobre suas duas pernas, você mostra para as pessoas que você está estável e isso passa confiança. Porém, quando você coloca o peso em apenas um dos pés ou se apoia em algum lugar, isso joga sua confiança e sua autoridade ladeira abaixo.

Para que esse artigo não fique muito cumprido (inclusive já tive algumas pessoas pedindo para eu ser mais direto), eu vou parando por aqui, mas é o seguinte: Aplica tudo que eu citei nesse artigo que eu tenho certeza que você já vai passar muito mais confiança e se tornar uma pessoa muito mais confiante para si e para quem te escuta.

Junto com isso, aplica o que eu te ensino no artigo em que eu te questiono sobre “Se vestir bem importa” e no artigo “o que você deve fazer para causar uma boa primeira impressão”. Tenho certeza que você já vai sair na frente de muitas pessoas.

Mas aí você me pergunta mais uma vez onde fica a Lei da atração nesse artigo.

Se você quer se tornar uma pessoa autoconfiante, você tem que mentalizar que você é uma pessoa autoconfiante e através dessas sacadas que eu te dei no decorrer desse artigo, você vai conseguir isso.

Lembre-se: A Lei só funciona para quem vai lá e age. Se você não direcionar nenhuma ação para melhorar sua autoconfiança, nada acontece.

Antes que eu esqueça, segue o vídeo que gravei para o Canal do Youtube falando sobre autoconfiança.

 

Então é isso, espero que você tenha gostado desse artigo e não esquece. Ajuste o seu corpo para transmitir autoconfiança para quem irá te ouvir.

Se você estiver confiante, a probabilidade de você conseguir entregar sua mensagem no subconsciente do ouvinte aumenta muito mais.

Onde você também pode me encontrar também:

Instagram: http://instagram.com/danielvelasques
Facebook: http://facebook.com/danielvelasquess
Website: http://danielvelasques.com
Twitter: http://twitter.com/danielvelasques

Até o próximo!

Comments

comments